Tags

, , , , ,

TERCEIRO DIA – UM DIA NO PARQUE

image

Desde as 18h de sábado, ininterruptamente, até a madrugada de domingo para segunda (20 e 21/06/15) aconteceu em São Paulo a Virada Cultural. Daniela Mercury encerrou o primeiro dia e Caetano Veloso, o segundo, com seus shows ocorrendo no palco Júlio Prestes. Mais de 1.500 atrações se espalharam pela cidade, incluindo o Parque Ibirapuera, onde passamos o dia.

image

Logo na chegada, a beleza natural do parque encanta e é uma delicia ver as pessoas curtindo de diversas maneiras o espaço, andando, pedalando, correndo, comendo, descansando sob uma sombra ou sol. Adultos, idosos, crianças, casais de namorados, bando de adolescentes, amigos.

image

image

image

De longe ouvimos um lindo som, seguimos até encontrar a Orquestra Sinfônica de São Paulo tocando da parte externa do Auditório do Ibirapuera Oscar Niemeyer para uma enorme plateia, sentada na grama, de pé, deitada para relaxar após a corrida, e eu, encontrei uma poltrona prá lá de criativa, e dali ouvi o belíssimo concerto, musicas dos filmes Jurassic Park, Harry Potter, Pantera Cor de Rosa, dentre outros e encerrou com Buy, Buy Brasil, e o bis foi, Que bonito é. Fantástico, gratuitamente, um magnífico show!!!

image

image

image

A arquitetura do Auditório do Ibirapuera, por sí só, já dá um show, não deixe de visitá-lo, suas curvas externas características de seu criador, Oscar Niemeyer, que também projetou todo o parque, são deslumbrantes, num vermelho vibrante contrasta com o branco do prédio. No interior, outras maravilhosas curvas, agora dá tão brilhante quanto, Tomie Ohtake. Imperdível!!!

image

image

Andando sem direção, encontramos uma banda portuguesa tocando, uma das convidadas especiais porque essa Virada Cultural homenageou Portugal, assim, além da música, havia exposições e palestras sobre a cultura portuguesa, distribuição gratuita de café da marca portuguesa Delta Q, degustação de vinhos lusitanos, claro enfrentando uma longa fila, mas quem tem tempo e paciência, pode até se surpreender.

image

Vários quiosques de restaurantes portugueses estavam presentes, mostrando os sabores daquela terra, como o Portucália, Rua Jesuíno Arruda, 512, Itaim Bibi, (11) 2338 9884, Dona Berta, (11) 5381 6999 e trucks como Por.Ai (Street Portuga) vendiam comidinhas portuguesas, bacalhau nas natas (R$ 20,00), bacalhau espiritual (R$ 25,00), bolinhos de bacalhau (R$ 20,00 por seis unidades), vinhos em taça, tinto e branco (R$10,00), pastel de nata (de Belém), por R$7,00 cada.

image

Além dos bons pratos, estavam vendendo as Bohemias Jabutipa, com jabuticaba, fruta que só existe no Brasil, a Caá-yani, com guaraná e a Bela Rosa, cerveja de trigo, com pimenta rosa, laranja, limão e coentro, sabores bem especiais, recomendo experimentar.

De volta a andança pelo Parque, encontramos outra banda portuguesa, que fazia uma combinação entra a música da guitarra portuguesa, um baixo e um DJ com música eletrônica, um mix interessante.

image

Um pouco mais à frente fomos surpreendidos pelo Museu Afro Brasil, que está com a exposição Africa Africans, composta por vários artistas daquele continente. São esculturas, quadros, fotografias, peças que criam texturas e cores diferentes. Recomendo!!!

image

image

Em paralelo, estão expostos quadros e esculturas de Betty King que também surpreendem. De Nova Orleans, casada com brasileiro e residente na Bahia, utiliza a anodização para produzir suas lindas peças.

image

Depois do museu, voltamos ao Auditório do Ibirapuera, para assistir o concerto da Orquestra Brasileira do Auditório – OBA, formada por alunos da Escola de Música do Auditório, que forma artistas, desde a musicalização, em aulas gratuitas, patrocinada pela prefeitura de SP e pelo Itaú Cultural. Ouvimos peças brasileiras de Dorival Caíme, Pixinguinha e outros.

Encerramos a noite no Marcel, http://www.marcelrestaurante.com.br Rua da Consolação, 3555, bairro Cerqueira César,junto ao Hotel Quality, saboreando de entrada Escargot,

image

em seguida o Suflê de Gruyere, eleito Patrimônio Gastronômico de São Paulo, pelo jornal Estado de São Paulo

image

e o maravilhoso Polvo cozido no azeite, merecidamente, eleito pela revista Época, o melhor polvo de São Paulo, uma delícia imperdível!!! Além do polvo estar super tenro, saborosíssimo, estava sobre uma cama de batatas temperadas com “ervas do jardim” com um sabor inusitado que me lembrou folhinhas de erva-doce, demais!!!

image

Um dia de diversão!!! Muita cultura, natureza e boa gastronomia.

Programe o seu fim de semana cultural e gastronômico em Sampa!!!

Anúncios