Tags

, , , , ,

Visitando a Fazenda Ercoara de ovinocultura

image

Os meses de junho e julho são especiais na Fazenda Ercoara, localizada na BR 251, Km 19 município de Cristalina, próximo à cidade de Marajó, em Goiás, há 100 km da Rodoviária de Brasília. Esses são os meses em que ocorrem todos os nascimentos dos cordeirinhos e é lindo ver esse fenômeno da natureza e o início das vidas desses animaizinhos!!!

image

O proprietário, Erbert Correia Araujo, mais conhecido por Bebeto, médico veterinário, trouxe para o Brasil uma tecnologia, desenvolvida por décadas na Austrália, de um composto chamado Multimeat, que possui o gene Boroolla. A presença desse gene garante a esses animais partos múltiplos, possibilitando assim, um aumento de 60% na produtividade do rebanho.

image

Com mais de 1000 ovelhas matrizes, cobertas anualmente, que podem reproduzir por até seis gestações, ocorrem cerca de 30 partos por dia durante o período de 60 dias, com uma taxa de 10% de mortalidade, bem abaixo da média do setor, considerando uma taxa de nascimento de 1,4 cordeiros por ovelha .

image

image

Visitar o aprisco e ver os cordeiros e ovelhas com uma diversidade de cores e tamanhos é muito lindo, mas o mais interessante é observar que os filhotes andam sempre perto de suas mães.

Por mais que achemos que os filhotinhos são muito parecidos entre si, as ovelhas paridas reconhecem suas crias, mantendo-os perto e não deixam filhotes, que não os seus, mamarem em suas tetas.

As ovelhas ficam o tempo todo berrando, uma orquestra de mééé 😀, mas chama a atenção que durante o parto não se ouve quase nenhum ruído, é incrível como elas passam pelas contrações em silêncio e, mesmo quando o parto complica, por exemplo, quando o filhote não nasce naturalmente, o ruído é mínimo, veja o filme do parto no Instagram @sentidosdoviajar.

image

Impressionante que logo após o filhote nascer a ovelha imediatamente levanta e começa a limpar a cria, comendo todo o resto da bolsa que o envolve, lambe-o todo e, em seguida, passa a estimulá-lo a se levantar.

image

O filhote faz várias tentativas, uma, duas, três vezes, minutos em pé e nova queda até que o bichinho se sustenta e começa a andar procurando, de imediato, as tetas da mãe. Que instinto!!! Fiquei me perguntando como o filhote sabe que tem ali uma teta que dá a ele o alimento? Será que é pelo cheiro? Não sei! Quão bela é a natureza!!!

image

Acompanhei uma ovelha no pré-parto, tudo começa quando ela expulsa parte da bolsa que se rompe e parte dela fica pendurada. A ovelha anda de um lado a outro, não transmite ansiedade e nem mesmo sentimento de dor.

image

Quando está perto do nascimento ela se deita e espera o filhote ser expulso de seu ventre. Infelizmente nesse parto, algo aconteceu que o bichinho não saia e precisou da ajuda da estagiária de veterinária, que se esforçou para retirar o filhote mas não conseguiu, dando lugar ao veterinário e proprietário.

Mais forte e experiente ele luta para conseguir retirar o filhote que nasce sem respirar, colocado ao lado da mãe que inicia o processo de limpeza. Ao mesmo tempo, os profissionais o estimulam e até massageiam o coração, mas nenhuma reação!!

De repente, o veterinário percebe que está vindo um segundo filhote e o ajuda a vir ao mundo, substituindo junto à mãe, o filhote natimorto por este segundo bem mais ativo. Durante o processo de limpeza feito pela mãe, o filhote já levanta a cabecinha e demonstra sua plena saúde. Minutos depois já está na luta por manter-se de pé e em seguida passa a buscar pela teta. Novamente, a vantagem da gravidez de gêmeos se manifesta, pelo menos um dos filhotes, está bem.

Por incrível que pareça, três a quatro horas depois o recém-nascido já está andando estilosamente ao lado de sua mãe que o enche de carícias! Mais um processo da perpetuação da vida se concretiza!!!

image

image

Cada cordeiro recém-nascido é pesado e recebe uma etiqueta na orelha, para ser rastreado. Tudo muito organizado. Mas tem alguns filhotes que por alguma razão, não são alimentados pelas mães e aí cabe às estagiárias essa tarefa, uma fofura!!!

image

Outra grande atração da fazendo é Zoe, uma Border Colie, que com dois anos e meio de vida, um deles, todo de treinamento, auxilia no pastoreio das ovelhas de forma surpreendente, atendendo a comandos, em inglês, de seu dono. Esse grande amigo tem um papel importante na guarda e pastoreio das ovelhas, ele junta o rebanho e o direciona no caminho do pasto para o aprisco. É um animal próprio para este serviço e muito inteligente.

image

No meio disso tudo, a fome chegou e outra grande atração de uma fazenda é a comida, não é? Sabe o que nos esperava, preparado pela mãe do proprietário, um chambaril!!! Não sabe o que é? Eu também não conhecia. É um prato típico nordestino. Um grande cozido de carne, na verdade de ossobuco, que por mais ou menos três horas é cozido com alho, pimenta, colorau, cominho e vinagre. Com seu caldo cozinha-se legumes, chuchu, cenoura, maxixe, batata doce, batata, cebola, jerimum, vagem, quiabo, couve e o que mais você gostar.

Para acompanhar, e também usando parte do caldo, prepara-se um pirão! É divino!!!! Maravilhoso!!!! E deixa, peão, estagiárias, veterinário, família e amigos super satisfeitos!!!

image

Depois do farto almoço e de mais alguns partos, passeamos por toda a fazenda, vimos a Zoe buscar o rebanho para o aprisco e encerrando o dia, nada melhor do que observar o lindo por do sol, guardando em nossa memória, todas essas novas imagens.

Muito bom curtir um dia na fazenda!!!! Vida simples, animais, natureza, amizade.

Contatos com a fazenda: ercoara@gmail.com

Anúncios