Tags

, , , ,

Anualmente Oktoberfest

Um dos salões da Oktoberfest

Um dos salões da Oktoberfest

Da tradição alemã, a Oktoberfest foi criada a partir da cerimônia de casamento do rei bávaro Ludwig, realizada em Munique. Pelo sucesso, a festa passou a se repetir, anualmente, naquela cidade, chamando-se de Oktoberfest por ser realizada no mês de outubro, comemorando a sua cultura, com danças típicas e muita cerveja. Os imigrantes alemães, no Brasil, trouxeram para a cidade de Blumenau, em Santa Catarina, a mesma tradição, sendo hoje, a segunda maior festa da cerveja, no mundo.

Assim, já muito famosa em nosso país e com mais de 30 anos de existência, a Oktoberfest é hoje motivo de encontro, não somente dos descentes alemãs da cidade, mas congrega pessoas de todo o estado de Santa Catarina, da região sul e vai ainda mais longe, recebe visitantes de todas as regiões do Brasil e até mesmo estrangeiros que vão à bela cidade de Blumenau para curtir um pouco da gastronomia típica, das bandas germânicas, muitas delas, vindas da Alemanha para a festa, das bonitas danças e pessoas com roupas caracterizadas, das cervejas e chopes.

Familília com trajes típicos

Familília com trajes típicos

A festa, também realizada todo o mês de outubro, inicia numa quarta feira, geralmente na segunda semana do mês e segue até o último domingo do mês, anualmente. Em 2015 está acontecendo de 7 a 25.

Além do mais, acontecem no mesmo período, outras festas típicas em cidades da redondeza, como a Fenarreco – Feira do Marreco, dando-lhe mais opções de programas muito interessantes e divertidos.

COMO CHEGAR
Os visitantes que residem nas cidades próximas à Blumenau, ou no Paraná e no Rio Grande do Sul, podem ir de carro, geralmente usando a BR 101. Mas se você tiver que se deslocar de regiões mais distantes, como eu, o melhor é ir de avião até Florianópolis (91 km de Blumenau) ou Navegantes (41km) e de lá direcionar-se para onde irá se hospedar, para visitar as festas.

ONDE FICAR
Eu já fui duas vezes a Oktoberfest, na primeira vez fiquei hospedada em Balneário Camboriú, uma ótima praia catarinense, que dista cerca de 68 km de Blumenau. Esta segunda vez, fiquei hospedada em Brusque há 42 km de Blumenau, para conhecer mais de perto a Fenarreco.

Para essa decisão vai depender do seu interesse, se você quiser ficar próximo sem ter que pegar carro e estrada, fique na própria cidade da festa, geralmente com preços de hospedagens maiores, em face ao evento. Mas se puder alugar um carro e não se incomodar em dirigir, as estradas são boas e as distâncias são curtas, acho que vale ficar num ponto estratégico que possa curtir o local e as diferentes festas da região. Gostei bastante de ficar em Camboriú pois como adoro praia e moro longe dela, tive de tudo: mar, clima de praia e festas.

Em Blumenau tem um hotel bem próximo de onde acontece a festa, o Hotel Steinhausen, 550 m da festa.
Em Brusque, fiquei no Monthez Hotel e Eventos, Rodovia Antonio Heil, 3700 – Km 29, em frente à Fenarreco, muito bom serviço, um charme e super prático para participar da festa a qualquer hora do dia e da noite, veja mais detalhes no post sobre Brusque.
Em Balneário Camboriu, ficamos no Hotel Mercure que fica de frente ao mar, uma delicia!!!

O QUE FAZER
A festa inicia com um tradicional desfile, na noite de abertura, que ocorre na Rua XV de Novembro, no centro. Esse mesmo desfile se repete todas as quartas-feiras às 19h30 e às 16h dos sábados, é imperdível!

Cada desfile é um grande evento, os visitantes enchem as calçadas da Rua XV de Novembro, os moradores ocupam as sacadas e janelas e, até mesmo a área e as escadas da Catedral São Paulo Apóstolo – Igreja Matriz, que fica na mesma rua, ficam lotadas. O desfile é aberto com a apresentação da bandeira brasileira e as bandeiras de todos os estados e DF, carregadas por porta-bandeiras com trajes típicos.

Grande audiência no desfile da Oktoberfest

Grande audiência no desfile da Oktoberfest

Depois das bandeiras, o desfile apresenta de tudo que demonstre a tradição alemã, longas bicicletas coletivas, carros construídos com mesinhas aonde os participantes vão sentados bebendo seu chope, casas que demonstram os utensílios típicos, grupos de crianças, de idosos, de estudantes., de músicos e claro, o carro da rainha e das princesas, que faz o maior sucesso, com moças lindíssimas que representam as características étnicas do povo local!!!

Os carros típicos

Os carros típicos

Rainha e princesas no desfile

Rainha e princesas no desfile

A Oktoberfest, propriamente dito, acontece no Parque da Vila Germânica, construído no estilo alemão. É muito fácil de localizar pois tem placa indicativa por toda a cidade. Diariamente abre a partir das 18 horas, nos sábados, domingos, feriados e véspera de feriado abre as 11horas. O setor gastronômico está aberto desde as 11 horas e sempre com atrações musicais.

Em algumas ocasiões, como na cerimônia de abertura e no encerramento, a entrada é gratuita. Os ingressos, nos domingos, terças, quartas e quintas custam R$ 10,00, já nas sextas, sábados, feriados e vésperas de feriados, custam R$ 30,00. Para quem está vestido com trajes típicos, paga somente meia entrada.

Pavilhão da Vila Germânica

Pavilhão da Vila Germânica

Com vários pavilhões, você encontra lojas de artesanato, roupas típicas, adereços para casa, canecas de chope com tiras/alças para facilitar andar e beber, muitos restaurantes com a gastronomia local, diversos pontos onde pode comprar cerveja e chope, industrial e artesanais, deliciosos.

Na Praça de Alimentação e no setor 4, sempre acompanhado de atrações musicais e espaço para dançar, você pode saborear a gastronomia germânica, como o eisbein ou joelho de porco, codorna recheada, salchichas, doces, geleias e muito mais.

Eisbein

Eisbein

image

Shows e Gastronomia na Oktoberfest

Shows e Gastronomia na Oktoberfest

Para as crianças e seus pais, o Kinderplatz oferece atividades educativas, socioculturais e de lazer para que todos aproveitem.

Grupos folclóricos se apresentam pela feira durante todo o dia e também por vários locais da cidade, integrando a todos, moradores e visitantes.

Durante o período da Feira ainda acontece a Festa da Melhor Idade, o Concurso de Chope em Metro, este gratuitamente, a competição diária do Rei do Tiro, aberto ao público, acontecendo no setor 1 e finalmente, no último domingo da festa, o mais esperado – Concurso da Realeza Oktoberfest para representar o evento no próximo ano, onde são escolhidas a rainha e as princesas, exuberantes e sempre lindas, missão difícil na escolha.

Tenho que relatar que, nas duas vezes que visitei a festa em Blumenau, chamou-me a atenção a segurança. Embora o consumo de chope e cerveja seja imenso, não se vê um caso de roubo, briga ou qualquer outra violência, o que faz refletir sobre qual é a razão do comportamento no local ser bem educado, talvez valesse um estudo sociológico para ser reproduzido o mesmo comportamento no restante do Brasil, cada vez mais violento.

Mas, Blumenau não é só Oktoberfest, você tem que conhecer a cidade que é a terceira maior cidade do estado e possui um dos melhores índices de desenvolvimento humano do país. Com muitos pontos turísticos e grande produção industrial, principalmente têxtil e de informática, é também famosa por seus cristais. Vale a pena ainda, conhecer o Vale Europeu Catarinense, sobretudo a cidade de Pomerode, considerada a cidade mais alemã do Brasil.

Vá conhecer a Oktoberfest, ainda dá tempo!!! Tenho certeza de que vai gostar tanto quanto eu gostei. Mas se você não puder participar neste ano, programa-se para o próximo. Os ingressos podem ser adquiridos pela internet, antecipadamente, a partir de julho.

Anúncios