Tags

, , , , , , , , , ,

O brasiliense número 001 – você sabe quem é?

Fui convidada pela Patricia Leãozinho do Friends Trip, para uma entrevista, obrigada Patrícia!!! E, nós duas, como moradoras de Brasília, decidimos realizar essa entrevista num lugar que ainda não conhecíamos, no Centro Hípico do Parque da Cidade, andando a cavalo.

image

Patricia e eu, nos preparando para o passeio a cavalo

Essa aventura foi tão inusitada que resolvi compartilhar com você, não só a entrevista, com os seus percalços kkk, que você pode assistir aqui, como também a história do lugar, pois quase sem querer descobrimos coisas que nem tínhamos ideia!!!

Pois é, moro há quase 30 anos em Brasília e adoro o Parque da Cidade, também chamado de Parque Dona Sarah Kubitscheck que está localizado no meio do Plano  Piloto e tem cerca de 420 hectares (4 milhões e 200 mil metros quadrados), sendo considerado o maior parque urbano do mundo. Aberto 24 horas, pode ser acessado pelo Eixo Monumental, pelo Sudoeste ou pelas quadras 901, 906, 910 e 912 sul. Foi projetado pelos três mais famosos nomes da cidade: projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer, paisagismo por Burle Max e urbanismo por Lucio Costa, não tinha como ficar melhor!!!

A diversidade de opções que existe no parque, o faz atrativo a qualquer perfil de pessoa, moradores ou visitantes, pois está bem próximo ao setor hoteleiro sul. Possui um enorme lago circundado por pistas de caminhada e ciclismo para 4, 6 e 10 km, vários quiosques que vendem água de coco, diversos restaurantes, como o recentemente instalado, Ilê Praia Park, o Gibão  e o Alpinus,  e bares. Está também lá, uma grande atração para os pequenos, o Parque de diversões Nicolândia, um Kartódromo, o Parque Ana Lídia, com brinquedos infantis, e ainda, o terceiro maior pavilhão coberto para feiras e exposições, com 55 mil metros quadrados, além de inúmeras áreas para piquenique, com churrasqueiras, parquinhos infantis, castelinhos, 24 quadras esportivas e áreas para atividades física. Frequentemente abriga exposições, shows musicais, festival gastronômico e muito mais.

Diariamente tem uma média de 40 mil frequentadores, nos sábados 60 mil e nos domingos 80 mil, pessoas que o procuram o local para se exercitarem ou somente para relaxar, namorar, curtir um tempo ao ar livre, contemplando o imenso tapete verde, as diversas árvores frutíferas, os lindos Ipês coloridos, as imensas jaqueiras e os pássaros de muitas espécies.

image

Vista do Patque da Cidade Dona Sarah Kubitscheck   Fonte: WBrasília

image

Parque infantil – o famoso foguete, levei muitas vezes minhas filhas para brincarem…

image

Área verde e brinquedos – espaço para as crianças

image

Quadra de areia e Parque de Diversão

 

image

As belas árvores do Parque da Cidade

image

Árvores do Parque da Cidade – pulmão no meio da cidade

Mas o que me surpreendeu, foi descobrir que há 27 anos está instalado (21/04/1989) próximo ao estacionamento 4, o Centro Hípico do Parque da Cidade e mais ainda, saber das suas inúmeras atividades e peculiaridades.

Esse Centro foi fundado pelo Cavaleiro Olímpico Almir Antônio Lustosa Vieira, que representou Brasília nas Olimpíadas de Atlanta e que, por meio de sua experiência profissional, permite não somente o aprendizado da cavalgada, mas os benefícios físicos, mentais e sociais da prática do hipismo.

São oferecidas aulas para crianças de 2 a 6 anos para iniciar a equitação, com aulas diárias, de terça a sexta, manhã e tarde, e aos sábados pela manhã, com preço variando entre R$ 202,00 a 630,00, dependendo da opção, uma até cinco aulas por semana.

Os adultos, seja em nível iniciante ou mais avançado, também têm seu espaço, com aulas de terça a sexta, manhã, tarde e noite e sábado pela manhã. Os preços são os mesmos praticados para as crianças.

A exceção é se você quiser ter aulas com o Almir, o valor será um pouquinho maior, mas vale né, não é qualquer um que pode aprender a cavalgar com um Cavaleiro Olímpico!!!

Uma das mais interessantes atividades desse Centro Hípico é a Equoterapia, voltada para crianças com necessidades especiais, como autismo, síndrome de down, defict de atenção e outras síndromes que necessitem estímulo. Com uma aula por semana (R$ 400,00), o esporte tem comprovado benefícios imensos na concentração, na compreensão do corpo, na força muscular, no relacionamento e socialização.

image

image

image

image

image

image

image

image

O Centro Hipico do Parque da Cidade hospedará nos próximos dias 23 e 24 de abril, a XXVIII Copa Brasília de Hipismo de Salto, que selecionará os cavaleiros que vão representar Brasília nos campeonatos brasileiros, com participação de quase todos os 11 Centros Hípicos da cidade. Acontecerá a partir das 9h de sábado e no domingo, além das provas de salto, as 12h haverá uma prova de diversão chamada Carro Cavalo, que compõe uma prova a cavalo e outra de carro, diz ser uma prova muito alegre e divertida, vale a pena conferir!!!!

Com tudo isso acontecendo, Almir Vieira diz que o seu objetivo em montar esse Centro Hípico no Parque da Cidade é “popularizar o esporte hípico, que dizem ser um esporte de elite, pois dentro do Parque da Cidade você tem uma hípica onde você pode fazer um passeio a cavalo e aprender a montar a cavalo”. Foi exatamente esse passeio (R$ 40,00 por 20 minutos), que eu e Patrícia Leaozinho fizemos, com direito a quedas e tudo!!!! kkkk

Mas a história de Almir Vieira não acaba aí não, acredita que ele é brasiliense, mas também não é um brasiliense qualquer, é simplesmente o cidadão número 1 do Distrito Federal. Diz ele, com muito orgulho, que no seu registro, com o número 001 diz ” registrado no cartório de Gueta Medeiros, futura Capital Federal” isso porque foi registrado no dia 21 de abril de 1960 e no dia 22 de abril foi publicado no Diário Oficial, a transferência da capital do País, do Rio de Janeiro, para Brasília. Almir Vieira – “o Cavaleiro tombado pelo Patrimônio Histórico da Humanidade, brinca ele”!!!!

image

O Cavaleiro Olimpico

image

Patrícia Leaozinho, Almir Vieira e eu, curtindo as histórias do Centro Hípico do Parque da Cidade

Visitando Brasília ou morando aqui, não deixe de aproveitar as estruturas e belezas do Parque da Cidade e quem sabe até fazer um passeio a cavalo!!! Eu gostei muito e recomendo!!!!

Anúncios